Oficina TEATRO D. ROBERTO (construção e manipulação de marionetas)

Oficina de Marionetas
Local: 
Palácio da Galeria
Data, Hora: 
Qui, 27/09/2018 - 19:00 até 23:00

 

 

A oficina pretende sensibilizar os formandos para o universo do teatro de marionetas, através da construção de uma marioneta de luva. Esta técnica vai ao encontro da tradição portuguesa do teatro de marionetas - o Teatro D. Roberto, no âmbito da sua história e contexto artístico.

Na oficina os formandos irão conceber uma marioneta de luva no âmbito do teatro D. Roberto, adquirir noções básicas de manipulação e realizar pequenos ensaios (individuais e em grupo) para a prática dos conhecimentos adquiridos ao nível da manipulação. Durante a oficina serão utilizados diferentes materiais e técnicas : madeira, tecidos, costura, manipulação, pintura e desenho, etc. Vamos criar personagens, imaginar cenários e improvisar histórias. Fazer pequenos ensaios individuais e em grupo e discutir a importância da manipulação. 

 

Destinatários: educadoras, professores, actores, artistas plásticos e público em geral.

Nº de participantes: 20

Duração: 4 horas

Materiais: Todos os materiais são fornecidos pelo formador (Madeira, tecidos, tintas acrílicas, tesouras, linhas e agulhas, cartolina e outros)

  

Objetivos:

- Fomentar a criação de personagens do Teatro D. Roberto.

- Abordar as diferentes técnicas de manipulação, com especial enfoque na técnica de marionetas de luva (teatro D. Roberto).

- Realização um pequeno ensaio através da manipulação das marionetas em grupo.

  

Para qualquer esclarecimento contacte-nos por telefone: 281 320 500 (ext. 2162) ou para o e-mail: edu.museus@cm-tavira.pt

Para inscrição preencher a ficha aqui

   


 FORMADOR : JOÃO COSTA

Natural de Oeiras-Portugal (1980) é Licenciado em Design e Mestrado em Artes Visuais pela UA o seu percurso tem alternado entre a formação/ensino das artes visuais e a produção artística. Em 2004 assume o cargo de Diretor criativo da SCS MaCnan em Angola onde forma outros criativos na empresa.

Em 2005 coordenou o movimento SOS Carcavelos, tendo sido director de imagem e coordenador do movimento. O seu contacto com as marionetas inicia-se em 2006 com a realização de um workshop de “Titeres de Cachiporra” desenvolvido por Toni Rumbau no Museu da Marioneta. Desde então produziu e desenvolveu pequenos projectos de marionetas com crianças nas escolas. Em 2009 constituiu a sua própria companhia de marionetas, com o objetivo de preservar, criar e inovar o teatro popular de marionetas em Portugal, nomeadamente o teatro D. Roberto. Desde então que participa assiduamente em festivais e encontros nacionais e começou desde 2013 a alargar as suas participações a nível internacional.

Em 2012 percorre a toda a América Central com o objetivo de realizar teatro de rua: realizou inúmeros e variados espetáculos por toda a América Central: desde uma apresentação no Festival Títerias 2011 na Cidade do México, passando pela Guatemala onde residiu e trocou experiências com a companhia de marionetas La Charada Teatro em Antiqua; nas Honduras realizou voluntariado, oferecendo os seus espetáculos de marionetas em escolas de bairros carenciados de Manágua.

Actualmente Reproduz dois espetáculos do reportório tradicional: “O Barbeiro” e “A Tourada” e estreou em 2015 a obra “O Caçador”, um original seu, que desenvolveu com a mestria de Toni Rumbau em Barcelona. Na sua peça da Tourada, João Costa é o único marionetista que consegue sozinho ter em cena 5 personagens ao mesmo tempo. A criação de uma marioneta única e original da companhia representando três forcados em fila permitiram transformar e inovar a tradicional Tourada, sem se perderem as suas características fundamentais. Na sua peça original "O Caçador", a companhia aborda um tema bastante popular e tradicional em Portugal, a caça, introduzindo ao mesmo tempo um sátira política, mantendo todas as características humorísticas dos Robertos. Em 2013 co-produziu juntamente com Vasco Viana e David Santos o Vídeo Clip "Faz-te um Homem Rapaz" para os TV RURAL, um exemplo da inovação neste tipo de teatro.

Atualmente é diretor artístico do festival ESTAR- Encontros de Teatro e animações de Rua e festival MÓ - Marionetas em Oeiras. Paralelamente desenvolve projetos de teatro de marionetas, na produção de peças originais para o teatro D. Roberto e outros, colabora também no desenvolvimento de projetos para a Associação Cultural Mãozorra.

 


 

A atividade integra-se no programa das Jornadas Europeias do Património no Museu Municipal de Tavira. Consultar prograrama aqui.

 A oficina integra-se no "FOMe – Festival de Objectos e Marionetas e Outros Comeres", uma programação e produção da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, numa parceria em rede entre cinco municípios do Algarve Central: Tavira, Faro, Loulé, Olhão, São Brás de Alportel e Albufeira. 

 

TAVIRA:

(27 setembro, 19h -23h, Palácio da Galeria) OFICINA TEATRO D. ROBERTO

(28 setembro, 22h, Parque do Palácio da Galeria) OS TRANSPORTADORES (espetáculo pela RADAR 360 - associação cultural)

 

 programa Tavira