O SURREALISMO EM PORTUGAL. A COLEÇÃO DA FUNDAÇÃO CUPERTINO DE MIRANDA | exposição

Em 1917 surgiu, pela primeira vez, a designação “surrealismo” da autoria do poeta Apollinaire.

 

O movimento artístico, que perfaz 100 anos, foi influenciado pelas teorias da psicanálise de Freud que destacou a importância do subconsciente e dos sonhos nos comportamentos individuais e também na criação artística. Entre as duas guerras mundiais as vanguardas modernistas europeias (Breton, Artaud, Buñuel, Dali, Magritte,…) e todas as disciplinas (literatura, artes plásticas, cinema, teatro, dança, fotografia,..) se apresentaram com expressões surrealistas.

 

O “surrealismo” teve forte impacto em Portugal e a Fundação Cupertino de Miranda promoveu a organização da coleção com cerca de 2 000 obras e um centro de artes em Famalicão.

 

Este importante acervo, o mais importante existente no nosso País, estará a partir de 20 de Maio disponível ao público no Palácio da Galeria/Museu Municipal de Tavira, com obras de Teixeira de Pascoaes, Júlio, António Dacosta, António Pedro, Vespeira, Fernando Lemos, Mário Cesariny, Mário Botas, Risques Pereira, Alexandre O’Neill, António Maria Lisboa, Mário Henrique Leiria, Eurico da Costa, Cruzeiro Seixas, António Quadros, Carlos Calvet, Paula Rego, Ana Hatherly, entre outros…acompanhadas de documentação e vídeos.

 

imagem: "O Poeta", Cruzeiro Seixas

  

Local: 
Palácio da Galeria
Data_hora: 
Sáb, 20/05/2017 - 18:00 até Dom, 31/12/2017 - 16:30